Bertino Mendonça de Lima

Coração Alvinegro
TRAILLERFILME
  • SINOPSE

Nasceu em Sumé na Paraíba, de onde saiu aos dois anos de idade e foi morar em Pesqueira-PE, onde passou sua infância e juventude. Trabalhava na bodega de seu pai e no outro horário estudava. Sempre que podia escapulia do caminho da escola para ir jogar bola com seus amigos de infância; jogar bola e torcer para o Santa Cruz eram suas paixões- Doces e belas lembranças que povoam seus pensamentos. Serviu ao Exército como cabo da corporação, sendo motorista da briosa e honrada instituição e, nessa época já morava em Recife, na Veneza brasileira. Trabalhou como motorista de ônibus e foi um dos primeiros funcionários da empresa Aviação Borborema de Recife, e anos mais tarde, já em Arapiraca, com suas amizades, consegui trazer para nossa cidade, a pedido do seu antigo patrão a empresa de ônibus Borborema, que mudou de nome, passando a se chamar Real Alagoas. Com esse trabalho prestado à nossa terra, Bertino Mendonça, acelerou e muito, o desenvolvimento da região.
Chegou a Arapiraca em 1963, veio de Pernambuco, para administrar um posto de querosene, Esso Jacaré, de propriedade de seu pai e desde então só progrediu. Mais tarde adquiriu o lendário Posto Pernambucano, onde construiu um hotel e uma badalada churrascaria, sendo um grande e sábio empreendedor. Um homem que fala orgulhosamente que Arapiraca é tudo para ele e sente por esta terra um amor incomensurável, assim como é o seu amor pelo o Asa, do qual já foi seu presidente. Fala orgulhosamente que foi ele que trouxe um dos maiores ídolos do Asa, Freitas Nascimento e, o time do Flamengo no ano de 1980 para jogar com o Asa aqui no Fulmeirāo. Lembra-se com saudades do Pedro Aristides, Paulo Tenório, deputado Nezinho e outros amigos, companheiros de longas datas.
Por tudo que vem fazendo ao longo de sua trajetória em nossa terra, Bertino Mendonça Lima, tornou-se uma das Raízes de Arapiraca.

  • FICHA TÉCNICA

Idealização e direção Ricardo Nezinho | Entrevistado Bertino Mendonça Lima, Nascido em 05 de Setembro de 1928 | Redação e entrevistador Davi Salsa | Local da gravação Rua Benjamim Freire de Amorim 1960, Codomínio Alameda, Baixa Grande – Arapiraca/AL | Data da gravação 15 de Março de 2018 | Revisão editorial José Sandro | Produção executiva Ricardo Nezinho, Sandro Ferreira, Willian Bezerra, Aldo CS, Davi Salsa | Diretor de produção Aldo CS | Filmagem Sandro Ferreira | Edição Willian Bezerra | Técnico de som Sandro Ferreira | Colaboradores Isve Cavalcante, Suely Mara Lins Melo, Ana Carmem Lima dos Santos, Fernando Bonfim, Diana Maria Lima Pinto | Projeto gráfico Aldo CS, Willian Bezerra | Designer gráfico Aldo CS, Patrick Farias | Trilha de abertura Marcos Sena, Jovelino Lima | Artista plástico Marcelo Mascaro

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *