Odete Ferreira de Albuquerque

A Declamadora
TRAILERVÍDEO
  • ODETE FERREIRA DE ALBUQUERQUE
    A DECLAMADORANasceu na Serra dos Ferreiras, uma comunidade antiga e sua ancestralidade foi responsável por estabelecer -se na localidade desde meados do século XIX. Sua vida é um patrimônio material construído ao longo do tempo. É uma aprendizagem sobre o passado na construção do presente e do futuro.
    Ela, é um retrato magnífico do pavilhão da vida. Sua história é baseada em lutas e conquistas travadas no dia a dia, anos após anos.
    Estudou, antes da idade devida para época, logo aprendeu a ler e ganhou de seu pai, os livretos: Pavão Misterioso e ABC dos Namorados, que ela declama até hoje os versos daquelas rimas que marcaram sua vida!
    Ela conta que quando menina, em 1938, poucos meses antes de morrer, Lampião e seu bando passou pela Serra dos Ferreiras, quando seu pai estava construindo a casa da família de pau a pique, quando o chefe do Cangaço perguntou para ele: – ” O que tem para nós? – Ele respondeu: tudo Capitão! Virgulino ordenou para dois cangaceiros matar dois bodes para alimentá-los e o resto do grupo terminar a construção da casa. No dia seguinte seguiram em direção ao Sítio Quati, Massaranduba e Lagoa dos Veados, atual Canaã.
    Viu quando a primeira locomotiva chegou em Arapiraca, com apito estridente, anunciando a chegada do futuro, fato este, que marcou e acelerou o progresso desta terra!
    Neta do casal Francisca Pereira de Albuquerque e do Ex-prefeito João Ferreira de Albuquerque e vereador da primeira legislatura da Câmara Municipal em 1936, além de ter sido diretor da companhia de melhoramento de Algodão S/A, sendo o primeiro administrador da Força e Luz, alguns anos depois vendida à Valdomiro Barbosa.
    Hoje é moradora dos Caititus e veio enriquecer ainda mais com sua história, esta tradicional comunidade!
    Ela foi testemunha do fervilhar econômico provindo da cultura do fumo nas décadas de 50, 60 e 70.
    Com história de vida inspiradora, é aluna e mestra do liceu da existência e seu relevante trabalho na agricultura, contribuiu para os impulsos transformadores da terra de Manoel André.
    A chaminé do trem
    Na propulsão do progresso!
    O tempo;
    O momento
    E o vento,
    Passaram rápido,
    O que outrora
    Era lento!

    Assim Odete Ferreira da Silva é uma das tradicionais Raízes de Arapiraca.

    FICHA TÉCNICA:

    Idealização e Direção:
    Ricardo Nezinho

    Entrevistado:
    ODETE FERREIRA DE ALBUQUERQUE
    Data de nascimento 24 de dezembro de 1933

    Entrevistador:
    Davi Salsa

    Local de Gravação:
    Santa Esmeralda – Arapiraca/AL

    Data da Gravação:
    06 de fevereiro de 2019

    Revisão Editorial:
    Davi Salsa

    Historiador:
    José Sandro da Silva

    Produção Executiva:
    Ricardo Nezinho
    Sandro Ferreira
    Aldo CS
    Davi Salsa
    José Sandro da Silva

    Diretor de Produção:
    Aldo CS

    Filmagem e Fotografia:
    Sandro Ferreira

    Edição e Animação:

    Técnico de Som:
    Sandro Ferreira

    Projeto Gráfico:
    Aldo CS

    Colaboradores:
    Isve Cavalcante
    Bruno Nunes
    Suely Mara Lins
    Victor Valentim
    Manoel Angelino
    Fábio Barros
    Igor Nicácio Silva

    Projeto Gráfico
    Duende CS

    Trilha de Abertura:
    Marcos Sena
    Jovelino Lima

    Artista Plástico:
    Marcelo Mascaro

    Produtora:
    Raízes de Arapiraca
    www.raízesdearapiraca.com.br
    www.ricardonezinho.com.br